EDITORIAL SETEMBRO DE 2006

O Festival de Ópera do Teatro da Paz terminou. Inicia-se um ano de jejum operístico em Belém. Prometeram um festival para 2006, mas as mudanças no governo, podem trazer-nos algumas surpresas desagradáveis. Oh céus! A grande deusa pode nos dar força para agüentarmos isso. Mas agora, na minha opinião, devemos visualizar os meses finais de 2006, e nos preparar para o que ainda está por vir: Encontro de Arte de Belém, Encontro Internacional de Dança da Amazônia, as Sinfonias de Beethoven nº. 6 a 9, Concertos na Arte Doce Hall, Sala Ettore Bosio. Enfim, muita música ainda há por vir. É só esperar e depois apreciar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESSA NEGRA FULÔ: ANÁLISE

FORMA E ESTRUTURA NA ÓPERA: CENA III - ESTRUTURAÇÃO DE UMA ÓPERA

Mozart: Bastião e Bastiana em português e com sotaque paraense