Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

OSTP, MATEUS ARAÚJO E A NOIVA DE SKATE

Vídeo do Coro Carlos Gomes

Para aqueles que perderam a apresentação do Coro Carlos Gomes e para os que assistiram relembrar aqui estão dois vídeos da apresentação do Coro durante a 22ª edição do FIMP: pela qualidade do nosso coro não é de espantar que muita gente morra de inveja dele em Belém.

Villa-Lobos, Tchaikovsky e Mendelssohn

Nas noites de 19 e 20 de junho de 2009 às 20:00 horas sempre estará se apresentando a Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, sob regência de seu titular, o paulista Mateus Araújo. No programa as Bachianas Brasileiras nº 5 de Villa-Lobos: esta obra célebre do compositor fluminense será interpretada na primeira noite pelo soprano brasiliense Luciana Tavares e na segunda noite pelo soprano paraense Dione Colares - que atualmente finje dirigir o Teatro da Paz, segundo várias línguas belenenses muito próximas ao soprano. Complementam o concerto a suíte sinfônica Sonho de uma noite de verão de Félix Mendelssohn-Bartholdy e a Sinfonia nº 6 de Tchaikovsky: a célebre Patética. Certamente um programa imperdível. Voltarei a ele.

CORO CARLOS GOMES: XXII FIMP

Imagem
Para aqueles que como eu não foram assistir ao concerto do premiado Coro Carlos Gomes dentro do XXII Festival Internacional de Música do Pará aqui estão algumas fotos de recordação que me foram enviadas pela maestrina Maria Antonia Jiménez. A apresentação deve ter sido ótima como sempre

XXII FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICA DO PARÁ

Imagem
O Partido dos Trabalhadores conseguiu mais uma vez provar que não tem nenhuma capacidade para lidar com eventos culturais. Lembrando o fracasso da falecida Bienal de Música de Belém na época do prefeito Edmilson Rodrigues, a pogramação do FIMP2009 mostra que esse partido sabe muito bem organizar greves, lidar com manifestações populares, mobilizar os trabalhadores para lutarem pelos seus direitos. Também são muito bons em se engalfinharem internamente para decidirem - no velho esquema de jogatina política e tráfico de influênicas da Sereníssima república veneziana - quem mandará e obedecerá dentro do partido. Mas lidar com arte especificamente e cultura geral não é o forte dos vermelhões. Tenho agora saudades da época de Paulo Chaves, quando o FIMP chegou a ter banners gigantes divulgando o Festival em plena BR316 e ao longo da Almirante Barroso com transmissão ao vivo pela TV Cultura. Não que eu seja fã de tucano: A grande deusa criadora de tudo que me livre desta sina. Para mim tuca…

Gigi Furtado

Imagem
Para aqueles, que como eu, não estão nem um pouco contentes com a programação petista do XXII Festival Internacional de Música do Pará - que me levou até a ter saudades da nefasta época tucana no governo paraense - uma boa opção é ir ao restaurante Spazzio Verdi,na Braz de Aguiar, e ouvir a multi-funcional cantora paraense Gigi Furtado; que se bobar Hhbla hasta español. Eu ainda não fui, mas certamente aparecerei por lá. As apresentações iniciam às 20h00.