TRIO GUARNERI DE PRAGA

Na próxima terça-feira 15 de setembro de 2009, às 20 horas, na Sala Argusto Meira Filho no Arte Doce Hall, ocorrerá um recital imperdível. Será a apresentação do Trio Guarneri de Praga, que vem a Belém pela Série Música para Belém II promovido pela MUSIKART Produções Culturais, com o patrocínio da VALE e apoio do Governo Federal, através do Ministério da Cultura via Lei Rouanet. Tocarão Beethoven, Brahms e Smetana. Abaixo o ensaio de divulgação preparado pela Musikart.

«A interpretação mais refinada que já houvi desde Stern-Rose-Istomin».
O "Times"
O Trio Guarneri de Praga é considerado como o digno sucessor do Trio Tcheco e do Trio Suk. Criado em 1986 por três grandes solistas de renome internacional, o Trio logo fez sucesso e adequeriu fama internacional, sendo hoje em dia um dos conjuntos mais importantes da música de câmara.
O Trio Guarneri di Praga é regularmente convidado por todos os festivais internacionais como O Festival Internacional de Lucerne, a Primavera de Praga, o Carinthischer Sommer, o Festival Dvorak de Praga, o Festival de Música de Schleswig-Holstein, o Festival de Victoria - Austrália, entre outros. As turnês incluem a Europa, o Canadá, os EUA, a América do Sul e a Austrália. Em 2002, excursionaram nas principais cidades europeas tais como Londres (Wigmore Hall), Paris (Salle Gaveau), Amsterdam (Concertgebouw) entre outros. No proximo ano estarão apresentando-se na América do Sul, no s EUA, no Canadá e no Meio-Oriente.
Em 1996, para celebrar o seu jubileu de existência, o Trio Guarneri de Praga apresentou em turnê a integralidade dos trios de Ludwig van Beethoven. Após a apresentação em Londres no Wigmore Hall, o crítico inglês David Cairns comentou o seguinte : « Depois ter escutado a noite dedicada a Beethoven, estou ainda mais maravilhado pelo seu gênio. Não se conhece hoje em dia um trio mais virtuoso e musical no mundo.» Em seguido, este cíclo foi lançando em CD (1998 - 99), e seguiram os trios de F. Mendelssohn (2000), D. Schostakovitch (2001) e R. Schumann (2002), F. Schubert (2003), e agora Mozart. Sempre destacam-se nas revistas specialisadas como “Le Monde de La Musique”, “Diapason”, “Strad”, “Gramophone”, entre outros.
O repertório abrange a maior parte da produção para o trio de piano indo dos clássicos tais como Haydn e Mozart até compositores contemporaneus - Schostakowitch, Martinu, Turina, Suk - e mesmo atuais como Lubos Fiser. Essa diversidade vem sendo cada vez mas realçada nas gravações que incluem, além das integrais dos trios de Dvorak e Beethoven, obras de Mendelssohn, Brahms, Reicha e Smetana.
O nome do Trio foi escolhido porque o violinista Cenek Pavlik toca um Guarneri del Gesú de 1735 que pertenceu a Vuillaume, Efrem Zimbalist e Jascha Heifetz, e Marek Jerie toca um violoncelo Andrea Guarneri de 1684.
IVAN KLANSKY foi premiado com vários prêmios internacionais e é uma das personalidades proeminentes entre os pianistas tchecos. Os convitos levaram-o a tocar em toda a Europa, no Japão, nos EUA e na África. Ivan Klansky também ensina na Academia de Música de Praga e no Conservatório de Lucerne.
CENEK PAVLIK é o solista predominante da geração atual de violinistas tchecos. Formou-se em Praga com Nora Grúmlikova e aperfeiçoou-se em Zurique com Nathan Milstein. Em seguido foi premiado nos concursos de Praga e de Londres.
MAREK JERIE formou-se na Academia de Música de Praga, e estudou com Pablo Casals, André Navarra e Mstislav Rostropovitch. Além de turnês no mundo inteiro, Marek ensina no Conservatório de Lucerne. Hoje faz parte dos grandes solistas da sua geração.
TRIO GUARNERI PRAGUE
Ivan Klansky – piano
Cenek Pavlik – violin
Marek Jerie - vioncello
SOUTH AMERICAN TOUR, SEPT. 2009
PROGRAM PROPOSALS
THE PROGRAM CAN BE ORGANIZED AMONG THE FOLLOWING PIECES:
Ludwig vanBeethoven Trio in C minor, op 1/3 26’
Allegro con Brio
video
Andante cantabile con variazione
video
Menuetto quasi allegro

video
Prestissimo
video
Dmitri Shostakovitch Trio in C minor, op 8 13’
Bedrich Smetana Trio in G minor, op15 30’
Moderato assai
Allegro ma non agitato
Presto
Joseph Haydn Trio in G major, Hob XV/25 24’
Andante
Poco adagio
Presto
Johannes Brahms Trio in A major, op 8 33’
Allegro con brio
Scherzo: allegro molto
Adagio
Allegro
Franz Schubert Trio in E flat major, op 100 43’
Allegro
Andante con moto
Scherzo: allegro moderato
Allegro moderato

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESSA NEGRA FULÔ: ANÁLISE

FORMA E ESTRUTURA NA ÓPERA: CENA III - ESTRUTURAÇÃO DE UMA ÓPERA

Mozart: Bastião e Bastiana em português e com sotaque paraense