Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2010

OSTP: BACH, SMETANA, ROSSINI

Esta postagem está bastante atrasada. Ela se refere ao concerto da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz na noite de 12 de novembro de 2009. Não foi um concerto de alto nível, já que Paulo Keuffer, em péssima noite, fez uma execução muito ruim do Concerto para Violino e Orquestra nº. 2 de J. S. Bach, auxiliado pela regência equivocada de Enaldo Oliveira que conduziu a orquestra para uma via que Bach e nenhum compositor barroco percorreu. É só assistir o vídeo para saber do que estou falando. Ouvidos atentos na péssima execução do 3º movimento, música das mais brilhantes escritas por Bach (entre o pouco que conheço da imensa obra dele). O meu favoritismo por esse concerto, sobretudo, pelo seu rondó não me dá vontade de ser condescendente com nenhuma execução menos que excelente dele. Alías, até mesmo quem nao é fã de Bach merece uma execução de qualidade; o que não aconteceu nessa noite. E olha que Paulo Keuffer já tocou muito mais em outras apresentações. Noites ruins acont…

BANDA SINFÔNICA DA FCG ABRE 23º FIMP

Imagem
A Banda Sinfônica da Fundação Carlos Gomes abriu novamente o XXIII Festival Internacional de Música do Pará no HANGAR. Apresentação bem preparada por Jacob Cantão foi prejudicada pelo local totalmente inapropriado para apresentações musicais, por um ponto simples: não se trata de uma sala de concertos e sim de um salão de convenções. Deste modo, ele foi pensado arquitetonicamente para reuniões de pessoas que se satisfazem com um tablado onde a mesa diretora ou de discussões está em um nível acima dos conferencistas; mas não dá para por um grande grupo musical ali, sem que haja prejuízos; e foram vários. Primeiro: a visibilidade da banda foi totalmente prejudicada, pois quem estava mais atrás na platéia, como eu, não tinha uma boa visão do grupo e praticamente não víamos os instrumentos do primeiro naipe, que ficou localizado no chão e não no tablado. Segundo: a acústica do local não existe, pois o local foi pensado para projetar o som por meus eletrônicos e não naturais. Só não foi p…

OSTP E TAKAP: Um concerto patetada

A Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz e o grupo de percussão Takap fizeram um concerto que podemos classificar entre o interessante e a patetada. Teve de tudo: lixo usado no lugar de instrumentos musicais e a orquestra parando para se encontrar, pois havia se perdido na execução de umas das partituras. Certamente um concerto para ser esquecido nos anais da OSTP. Vejam os vídeos.














RECITAL DUO KUPLAIS-MATSUMURA

O Duo de piano e violoncelo formado pelos bonitos Marcis Kuplais e Akane Matsumura realizaram um ótimo recital na Sala Augusto Meira Filho do Arte Doce Hall na noite de 19 de maio de 2010 em Belém, mais uma vez pela Série Concertos para Belém II promovido pela Musikart Produções com o patrocínio da VALE e apoio do Ministério da Cultura (Lei Rouanet). A juventude de Marcis (27 anos) e Akane (29 anos) impressionará, talvez, aqueles que só ouvirem os dois tocar, pois certamente pensarão se tratar de músicos de mais idade e com carreira mais avançada devido a qualidade de suas leituras e da intensidade sonora de suas interpretações. Músicos tão jovens tocando dessa maneira é algo de se impressionar. Certamente mais à frente ouviremos estes dois jovens tocando maravilhas, pois além da experiência terão a vivência mais avançada; o que para artistas é um diferencial: quanto mais velho e experiente, melhor! Os dois formaram o duo em 2006 e com menos de 3 anos de trabalham já foram vitoriosos e…

Concerto para Mães da Orquestra Brasileira de Belém

Os jovens músicos em formação da Orquestra Brasileira de Belém sob orientação e regência da nossa cubana que só o Pará tem, Maria Antonia Jiménez, apresentaram-se no início da noite de 12 de maio de 2010 na Sala Ettore Bosio no Conservatório Carlos Gomes em Belém do Pará. Apresentaram um repertório levíssimo, cheio de arranjos próprios para seu atual nível técnico, mas mostraram que se continuarem com muito afinco nos estudos, em dez anos podem estar formando - quem sabe - a nossa primeira orquestra filarmônica. Afinal de contas estamos precisando de uma orquestra para chamar de "sinfônica de verdade".


Vídeos:
A primeira obra apresentada "Se a gente grande soubesse" de Billy Blanco não foi gravada. As demais peças e o bis foram apresentadas na ordem dos videos.
Chiquinha Gonzaga (arranjo Leandro Braga) - Lua Branca


Waldemar Henrique (arranjo Leandro Braga) - Tamba-tajá






Pixinguinha (arranjo Leandro Braga) - Rosa

Wilson Fonseca (arranjo Leandro Braga) - Canção da Minha Sau…