QUARTETO BOSÍSIO E AS PALAVRAS NA CRUZ

Apesar de estar totalmente fora das diretrizes do festival de Juiz de Fora, a obra As sete últimas palavras de Cristo na cruz do austríaco Joseph Haydn; e apesar do título, escrita para quarteto de cordas, foi um dos pontos altos do festival na cidade mineira. E olha que tive colegas que não aceitaram o fato de um tema como esse ter sido escrito para formação instrumental: eles esperavam um super coral ou madrigal de arrebentar.
Recriado em 2009 pelo próprio Paulo Bosísio (spalla) depois de alguns anos fora de atividade, o quarteto volta agora com as participações de Carlos Mendes (2º violino), Dhyan Toffolo (viola) e Mateus Cecatto (cello), e claro, Bosísio no 1º violino.

- L'introduzione - Maestoso ed Adagio


2. Sonata I - Largo - "Pater, dimitte illis,quia nesciut, quid faciunt"


3. Sonata II - Grave e Cantabile - "Hodie mecum eris in Paradiso"


4. Sonata III - Grave - "Muller ecce filius tuus"


5. Sonata IV - Largo - "Deus meus, Deus meus, utquid dereliquisti me?"


6. Sonata V - Adagio - "Sitio"



7. Sonata VI - Lento - "Consummantum est"


8. Sonata VII - Largo - "In manus tuas Domine, commendo spiritum meum"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESSA NEGRA FULÔ: ANÁLISE

FORMA E ESTRUTURA NA ÓPERA: CENA III - ESTRUTURAÇÃO DE UMA ÓPERA

Mozart: Bastião e Bastiana em português e com sotaque paraense