Quarteto Arnon na Sala Augusto Meira Filho

Na próxima quinta-feira, 4 de novembro de 2010 às 20hs, a Fundação Amazônica de Música dá um tempo no jejum de concertos e oferecerá um pequeno banquete musical para os melômanos belenenses: o quarteto de cordas alemão Anon apresentar-se-á na capital paraense com um programa formado por três compositores europeus, porém de escolas musicais distintas: o clássico Joseph Haydn, o lelé da cuca romântico Robert Schumann e o impressionista e pra lá de perfeccionista Maurice Ravel.
Para quem conhece o belo quarteto de cordas de Ravel já é um excelente motivo para sair de casa e ir ouvi-lo ao vivo e a cores. Os quartetos de Haydn e Schumann entram como sobremesa.

o programa e a descrição do quarteto seguem abaixo:

QUARTETO ARNON

Joseph Haydn (1732-1809)

Quarteto de Cordas op.33 n.2 em Mib Maior

Allegro moderato - Scherzo

Allegro

Largo e Sostenuto

Presto

Robert Schumann (1810-1856)

Quarteto de Cordas op. 41 n.3 em La Maior

Andante espressivo - Allegro molto moderato

Assai Agitato

Adagio molto

Finale: Allegro molto vivace

Maurice Ravel (1875-1937)

Quarteto de Cordas em Fa Maior

Allegro Moderat, très doux

Assez vif, très rythmé

Trés Lent, modéré

Vif e agité

Arnon Quartett

Emmanuel Hahn, violino

Elias Schödel, violino

Luke Turell, viola

Johannes Dworatzek, cello

Emmanuel Hahn, Elias Schödel, Martin Schäfer und Johannes Dworatzek, atualmente com idade entre 24 e 26 anos, fundaram o Arnon Quartett durante os estudos na Escola de Música Hans Eisler em Berlim. Com intensa participação em master classes e festivais o grupo tem recebido incentivos calorosos de renomados artistas e quartetos como Kolja Blacher, Auryn Quartett, Amadeus Quartett, Emerson String Quartett, Vogler Quartett, Orlando String Quartetts, Stephan Metz (Orlando String Quartet), Robert Ireland (Lindsay Quartet) e Oliver Wille (Kuss Quartett). Dentre os prêmios conquistados pelo grupo está a menção especial no 3º Concurso Europeu de Música de Câmera Karlsruhe, Alemanha.

Todos os integrantes do Arnon Quartett tiveram os estudos musicais iniciados no violino por volta dos cinco anos de idade. Aos 8 anos Luke Turell optou pela viola e aos 6 anos Johannes Dworatzek pelo cello. Emmanuel Hahn é também pianista e foi primeiro colocado em violino e piano no Concurso Jovem Músico da Alemanha. Durante todo o ano de 2008 excursionou pela América, Ásia e Europa como integrante da Orquestra Klang Verwaltung de Munique. Martin Schäfer é vencedor do Concurso Internacional Concertino Praga. Possui por inúmeras vezes o 1º lugar e vários prêmios especiais no Concurso Nacional Jovem Músico da Alemanha. Desde 2008, é convidado permanente como violista da Orquestra Filarmônica de Berlim e, desde 2009, é spalla das violas na Orquestra Jovem da União Européia.

Os membros do Arnon Quartett são vencedores de vários concursos de destaque e mantêm carreira intensa como solistas. Possuem considerável experiência em orquestras importantes sob a regência de maestros renomados como Kurt Masur, Sir Simon Rattle, Sejii Ozawa, Daniel Barenboim, Zubin Mehta, Manfred Honeck e Bernhard Klee, dentre outros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESSA NEGRA FULÔ: ANÁLISE

FORMA E ESTRUTURA NA ÓPERA: CENA III - ESTRUTURAÇÃO DE UMA ÓPERA

Mozart: Bastião e Bastiana em português e com sotaque paraense