VERENA ABUFAIAD E ORQUESTRA VALE MÚSICA

Na noite de 25 de outubro de 2010 no Teatro da Paz em Belém do Pará, a Orquestra Jovem Vale Música apresentou excelente concerto no templo maior da cultura paraense. Foi um concerto memorável, posto que alunos e não profissionais, na sua maioria, estavam tocando obras de peso do repertório sinfônico internacional.
Tchaikovsky, Carlos Gomes e Grieg tiveram obras executadas em um nível alto pelos alunos do Projeto Vale Música (leia informações abaixo). Essa orquestra jovem já está se destacando bastante no cenário musical paraense, tendo seus concertos concorridos e já várias vezes lotados, creio eu, pela fama crescente que estes meninos andam obtendo.
Basta assistir os vídeos abaixo para se constatar que todos os professores da Fundação Amazônica de Música estão desempenhando um trabalho extraordinário no preparo técnico desses jovens músicos. Apesar do Projeto Vale Música ser voltado para a educação musical de crianças e adolescentes, é evidente que ele estrapolou seus objetivos, dando ao Pará futuros grandes músicos profissionais; alguns como Yuri Laurent já se destacando em concursos e recebendo prêmios.
Prêmio maior quem recebe é a vida musical de Belém, que volta e meia pode contar com a apresentação de uma grande orquestra de alunos executando obras amadas do repertório internacional.
Meus parabéns vão para quem organizou esse concerto dada a total uniformidade de som e estilo musical: o romantismo imperou. Nem mesmo Mignone – que iniciou o concerto – destoou da sonoridade programada, pois sua música; embora de um pungente nacionalismo, não deixa de ser romântica; mas a maneira brasileira. Os três compositores restante, todos contemporâneos, garantiram a aproximação da estética musical. Eu, particularmente, acho esses programas muito mais viáveis em termos auditivos, diferentemente daqueles que “fazem uma viagem no tempo” executando obras de compositores de estilos musicais diferentes e assim fazem do concerto uma gororoba estilístico-musical.
Miguel Campos Neto está fazendo um bom trabalho na regência da orquestra e sua leitura é bastante agradável. Também é corajoso e atrevido (no bom sentido), pois tocar Tchaikovsky com estudantes adolescentes é um pouco perigoso, posto que eles ainda não conheçam os sofrimentos típicos dos adultos e que Tchaikovsky sentiu mais do que ninguém e os passou todos para seu música. A trompista Jaqueline Louzada merece uma nota 10 pelo seu solo no 2º movimento: limpo, lírico, melancólico, sofrido, apaixonado como o trecho deve ser. Os rapazes trompistas devem tomar cuidado, pois as trompistas chegaram em definitivo nas orquestras.
A pianista Verena Abufaiad estudou com Mavilda Aliverti e Glória Caputo. É produto então do melhor curso de formação musical do estado do Pará, ou seja, o de piano. E como não bastasse foi aluna de Glória Caputo, que além da genialidade na administração cultural é excelente professora de piano, haja vista a alta qualidade técnica de vários ex-alunos seus.
Verena e orquestra executaram muito bem o Concerto para piano de Grieg, mas foi uma pena que ela tenha errado feio um trecho de uma peça de Chopin (logo ele) no bis. Chopin é um dos poucos compositores cuja obra se já não for toda conhecida do público está prestes a ser. Portanto, ao errar uma nota em Chopin fatalmente a assistência inteira percebe: e ainda aponta o compasso que foi errado. Mas para quem esteve lá, melhor é ficar com a execução de Grieg, que aparentemente não teve notas erradas.
INFORMAÇÕES CONTIDAS NO PROGRAMA
Miguel Campos Neto - Regente
Miguel Campos Neto atua pela quinta temporada como Diretor Artístico e Regente Principal da Chelsea Symphony, orquestra baseada em Nova York. Ele também ocupa os cargos de regente assistente da Amazonas Filarmônica em Manaus, e Regente Principal da Orquestra Jovem Vale Música em Belém. Como regente convidado ele ja liderou a Orquestra de Câmara do Amazonas, a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, The Mannes Orchestra, e nessa temporada regerá uma das maiores orquestras da América Latina: a Orquestra Sinfônica de Puerto Rico.
Como regente de Ópera, Campos Neto já se apresentou em alguns dos mais importantes teatros do Brasil: Teatro Municipal (RJ), Teatro Nacional Cláudio Santoro (Brasília), Theatro da Paz (Belém) e Teatro Amazonas (Manaus). Colaborou com o compositor Roger Waters (ex-membro da Banda Pink Floyd) em sua Ópera Ca Ira e regeu performances encenadas no famoso Festival Amazonas de Ópera. Também colaborou com o compositor Stephen Schwartz (3 Oscars de melhor canção) nos detalhes finais da sua primeira ópera, regendo a sua pré-estreia em Nova York, liderando um cast de solistas da New York City Ópera. Também ativo como regente de Ballet, Campos Neto regeu performances encenadas de Appolon Musangete (Stravinsky), O Boi no Telhado (Milhaud), Uirapuru e Floresta do Amazonas (Villa-Lobos).
Miguel Campos Neto possui diplomas de Performance em violino (Bacharelado e Mestrado) e Mestrado em Regência Orquestra, obtido na Mannes College of Music de Nova York. Seus mentores foram David Hayes, Edward Dolbashian, and Joseph Colaneri (regencia Operistica). Ele já colaborou em concertos com grandes solistas como Antonio Meneses (Cello) e Robert Bonfiglio (Harmônica).
Verena Abufaiad - Solista

       Verena iniciou seus estudos musicais em 1993, no Conservatório Carlos Gomes, sob a orientação da Prof" Mavilda Aliverti, tendo concluído seu curso em 2003. Neste mesmo ano participou do Concurso de Piano Dóris Azevedo, obtendo o primeiro lugar em sua categoria. Em 2004, ingressou no Bacharelado em Música (UEPNFundaçãp Carlos Gomes), na cadeira da Prof Glória Caputo. Em 2005, participou do Concurso DórisAzevedo, Categoria Master (Bacharelado), obtendo o primeiro lugar. Em 2007, participou do 14° Concurso Nacional de Piano ProFAbraão Calil Neto, em Ituiutaba (MG), onde obteve o primeiro lugar em sua categoria (Superior a 18 anos) e o Prêmio de Melhor Intérprete do compositor brasileiro Edino Krieger, o qual se fazia presente à banca do concurso. Em 2009, participou do Concurso Nacional Edna Basseth, Curitiba (PR), onde recebeu Menção Honrosa.
      Participou de Master Class com os pianistas Marília Caputo, Gabriella Affonso, Édson Elias, Peter Jirikovsky, Pamella Pyle, Elzbieta stemlicht, entre outros. Atualmente, é professora de piano da Fundação Amazônica de Música e do Conservatório Carlos Gomes, e cursa o Mestrado em Artes da Universidade Federal do Pará.

ORQUESTRA JOVEM VALE MÚSICA

A Fundação Amazônica de Música, juntamente com a Fundação Vale, vem desenvolvendo desde 2004 o Projeto VALE MÚSICA, voltado para a educação musical de crianças e adolescentes da rede pública de ensino.
Integrando o Projeto, a Orquestra Jovem VALE MÚSICA foi criada em janeiro de 2010 com alunos de idade entre 10 e 20 anos. Seu Regente é o Maestro Miguel Campos Neto, e seus regentes assistentes são os professores Agostinho Jr. e Paulo Keuffer. O repertório da Orquestra inclui peças eruditas e populares, dando ênfase ao caráter didático musical.
Os alunos que integram a Orquestra Jovem VALE MÚSICA têm larga experiência em apresentações musicais, em diversos eventos culturais, como a participação na Ópera Infanto-Juvenil "O Viajante das Lendas Amazônicas", apresentada no Pará, em Belém (Theatro da Paz) e em Marabá (no Ginásio Poliesportivo), assim como no Palácio das Artes, em Belo Horizonte-MG e na Ópera de Rossini, "Cambialle de Matrimônio", parte integrante do Festival Internacional de Ópera da Amazônia de 2009.
Em maio de 2010, a OJVM, como integrante da Ópera "O Viajante das Lendas Amazônicas", se apresentou no Teatro Nacional Cláudio Santoro de Brasília, e no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Em junho de 2010 apresentou-se com o renomado violoncelista Antônio Meneses, em Belém, e novamente no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, onde interpretou peças de Beethoven e Tchaikovsky.
A OJVM tem desenvolvido o intercâmbio com instrumentistas e regentes internacionais, entre os quais: Oavid Spencer (USA), Jooyong Ahn (Coréia do Sul), Ricardo Cabrera (Colômbia), Brian Lewis (EUA), Yerko Tabilo (Chile), Alexander Shityakov (Rússia), Evgueny Pustovalov (Rússia), Walter-Michael Vollhardt (Alemanha), entre outros.

VÍDEOS
FRANCISCO MIGNONE (1897-1986) Congada
video

PIOTR ILYCH TCHAIKOVSKY (1840-1893) SINFONIA Nº. 5
2º. MOVIMENTO: Andante Cantabile / 3º MOVIMENTO: Valsa
video

ANTÔNIO CARLOS GOMES (1836 - 1896)
IL GUARANY – PROTOFONIA
video

EDVARD GRIEG (1843-1907) CONCERTO PARA PIANO E ORQUESTRA Op. 16
1º: Allegro Moderato
video

2º Adagio
3º Allegro moderato Molto e Marcato (incompleto)
video


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESSA NEGRA FULÔ: ANÁLISE

FORMA E ESTRUTURA NA ÓPERA: CENA III - ESTRUTURAÇÃO DE UMA ÓPERA

Mozart: Bastião e Bastiana em português e com sotaque paraense