quarta-feira, 26 de junho de 2013

Orquestra de Violoncelistas da Amazônia na Assembléia Paraense

     As crianças e adolescentes que fazem pulsar o projeto Cordas da Amazônia, criado e coordenado, pelo Prof. Dr. Áureo de Freitas fez mais uma apresentação durante evento realizado no salão da Assembléia Paraense da Av. Presidente Vargas em Belém do Grão-Pará na noite de 14 de junho de 2013.
     As crianças iniciaram as aulas este ano, enquanto que os adolescentes já são veteranos. Um momento de descontração e de grande importância para esses jovens estudantes de música, pois lhes dá - desde cedo - a prática da apresentação em público; coisa que conservatórios não praticam, preferindo atrasar o máximo as apresentações de seus alunos em benefício da qualificação técnica.
   É evidente que os alunos do Áureo ainda estão longe de ter uma técnica apurada no violoncelo, mas privá-los de uma apresentação em público, creio eu, que não seja indicado, pois para apreciá-los é necessário termos em mente se tratar de uma classe de alunos de música e não de músicos de formação. Então o enfoque é outro. Detalhe que nos vídeos Áureo se movimenta muito, deixando claro que não é desses professores parados que preparam os alunos e os mandam "se virarem" nas apresentações. Ele é da classe de professores que estão sempre ao lado dos alunos até eles conseguirem andar com as próprias pernas. 
   Talvez muitos desses meninos nem cheguem a se profissionalizar na música, mas o fato deles estarem tendo uma educação musical qualificada e diferenciada, dar-lhes-á futuramente uma melhor qualificação como cidadãos, pois um lado importante de suas formações como cidadãos foi trabalhado, isto é, o lado da sensibilidade estética e do amor pela música em particular e pelas artes em geral. Cidadãos com esta qualificação sempre farão uma sociedade melhor.
    O Projeto Cordas da Amazônia criado por Áureo de Freitas é agora um dos projetos indispensáveis para a melhoria da educação musical, artística e social na capital paraense. Prova disso é o grande número de alunos que acorrem para ele em busca de uma vaga e felizes ajudam a melhorar nossa amada Belém. Parabéns a todos os envolvidos.


Vídeos:



video


video



domingo, 23 de junho de 2013

XXVI FIMUPA: Concerto de Flauta transversal e piano

   
O recital do flautista Eduardo Monteiro e do pianista Flávio Augusto Oliveira deu-se no início da tarde de 06 de junho de 2013 dentro da programação do meio-dia no XXV Festival Internacional de Música do Pará na Sala Ettore Bosio do Conservatório Carlos Gomes. Tocaram Eduardo Biato, Henri Dutilleux, Darius Milhaud e lembraram dos cinquenta anos de falecimento de Paul Hindemith e Francis Poulenc, integrantes do Grupo dos Seis francês, agitadores culturais da França na primeira metade do século XX.
    Recital pra lá de agradável, nos fez esquece a fome no horário do almoço, já que durante o recital nos alimentamos de música. A velha e boa música. Depois foi só voltar para casa e encher o estômago de comida, já que nossa espírito saiu da Ettore Bosio muito bem alimentado.

Vídeos:

Paul Hindemith (1895-1963) Sonata para flauta e piano (1936)

video

Francis Poulenc (1899-1963) Sonata para flauta e piano, Op. 164 (1957)

video

Bis: Glück - Melodia para flauta e orquestra da ópera Orfeu e Eurídice


video




Orquestra Jovem Vale Música: Homenagem a Cláudio Santoro

   
 Na manhã do domingo 16 de junho de 2013, a Orquestra Jovem Vale Música, mantida pela Fundação Amazônica de Música e patrocinada pela companhia Vale apresentou mais um concerto matutino dentro da série Sons da Amazônia III. Desta vez o concerto foi em homenagem ao compositor amazonense Cláudio Santoro que viveu entre 1919 e 1989, embora somente uma obra sua tenha figurado no programa. Dividiu lugar com Beethoven, Lorenzo Fernandez, Pinduca e Franz Dopple, um virtuoso da flauta e compositor nascido na Polônia à época do Império Austríaco na cidade de Lemberg, mas na atualidade é chamada de Lvov, estando no território ucraniano. Portanto, deve ser identificado como um compositor ucraniano e não polonês, creio eu.






Vídeos:

Oscar Lorenzo Fernandez - Batuque

video

Cláudio Santoro - Ponteio

video

Aurino Quirino Gonçalves (Pinduca) - Pout Pourri de carimbó

video

Franz Dopple (1821-1883) Concerto para 2 flautas e orquestra em D menor
Allegro moderato - Andante - Allegro - Più lento - Più mosso


video









quinta-feira, 13 de junho de 2013

Concerto Radiophonico Iberê de Lemos

Esta tira foi publicada no jornal Folha do Norte, Belém, na sexta-feira, 4 de novembro de 1932, no 1º caderno, à folha 2.

"Utilizando-se do poder da irradiação da nossa P-R-C-5, Radio Club do Pará, o illustre maestro paraense Iberê Lemos, que é, incontestavelmente, uma das figuras de eleição da moderna musica brasileira, realizou terça-feira, dia 1º, o seu annunciado concerto radiophonico, no Teatro da Paz, com o concurso precioso dos Irmãos Nobre, Ulysses e Helena.
   Toda a cidade, pelos seus milhares de radios, poude ouvir uma das mais altas demonstrações de cultura musical, conhecendo pela primeira vez os merecimentos de um auctor que já se fez ouvir deante das mais exigentes platéas, do paiz e do extrangeiro.
   Iberê Lemos é realmente um compositor de tomo, capaz das mais requintadas manifestações, em que se possam reflectir a imaginação e o sentimento, a idealidade e a realidade, o rythmo e a belleza, na technica impecavel dos assumptos emocionantes o que dá forma e colorido expressivos.
   Não será possível, sem desdouro para o talentoso compositor, destacar uma da outra, de suas creações, onde tanta vez se percebe a galhardia de sua cultura, feita á sombra de mestres eminentes do novo e do velho mundo.
   O maestro Iberê Lemos é um dos florões illustres da galeria dos paraenses que distinguem sua terra pelo talento e pelo civismo, numa justa ansia de perfeição.
   Foi pena que não pudesse Iberê Lemos ser ouvido e visto em pessoa, para que os applausos da multidão de seus admiradores o distinguisse como bem merece de seus coestadanos."