Postagens

Mostrando postagens de 2014

O QUEBRA-NOZES NO PORTAL DA AMAZÔNIA

Imagem
A Prefeitura de Belém promoveu, entre outros eventos, o II Auto de Natal no Portal da Amazônia, área turística da capital paraense na noite de 20 de dezembro de 2014. Em palco montado ao ar livre os moradores da cidade foram convidados a assistir dois espetáculos: o bailado o Quebra-Nozes de Tchaikovsky e Lev Ivanov numa adaptação da Escola de Dança Ballare, dirigida por Ana Maria Crispino e o auto de natal As Pastorinhas pelo grupo de teatro Encenarte, proveniente da cidade paraense de Barcarena. Esse, fechando a noite com um espetáculo visualmente lindo, bem preparado e com atores experientes na cena teatral.
      A apresentação do Quebra-Nozes, pelas próprias palavras de Ana Maria Crispino foi preparada em cima da hora devido ao convite, também em cima da hora, da Fumbel - Fundação Cultural do Município de Belém.
     Esta montagem do bailado de Tchaikovsky/Ivanov foi, como é comum em escolas de dança, adaptada para mostrar dois os segmentos trabalhados na escola. Desde as …

II CANTATA DE NATAL

Imagem
Na noite de 14 de dezembro de 2014 aconteceu a II Cantata de Natal promovida pela Prefeitura de Belém em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado do Pará. Os sopranos Dione Colares e Luciana Tavares e o mezzo-soprano Aliane Souza foram as solistas da noite. A Orquestra Jovem Vale Música e o Coro Infanto-Juvenil Vale Música abrilhantaram a noite, também, com suas participações. Foi uma noite musical agradável e leve que ocorreu na Praça D. Pedro II com o palco situado entre os palácios Antônio Lemos e Lauro Sodré, respectivamente a sede da prefeitura de Belém e a antiga sede do governo estadual paraense, hoje Museu do Estado do Pará.      O concerto de temática natalina teve um grande problema na elaboração do programa, pois nele foram executadas obras nem um pouco natalinas como árias operísticas que não remetem ao espírito do Bom Velhino como a Mon Couer s'ouvre a ta voix, cantada por Dalila para seduzir Sansão na ópera de Saint-Saëns. Música de sudeção, apesar de bela, mas…

Um Americano em Paris e Blue Monday: Festival de Ópera do Teatro da Paz 2014

Imagem
Nas noites de 22 e 23 de agosto de 2014 o Festival de Ópera do Teatro da Paz, mostrou mais uma vez que não é um festival completamente operístico apresentando outros gêneros na sua programação. Desta vez foi o poema sinfônico Um Americano em Paris do estadunidense George Gershiwn e sua operetta (mais para musical) Blue Monday. Curtíssima; mais parecendo uma parente distante das veristas óperas italianas da época de sua composição, isto é, 1922.      Composto em 1928 comissionado pelo regente Walter Damrosch,e usado na sequência de balé do filme Um Americano em Paris de Vicente Minelli, nomeado no Brasil como Sinfonia de Paris, o poema sinfônico descreve as impressões de Gershwin, como um estrangeiro, da capital francesa. Coreografado por Gene Kelly, o balé foi estrelado por ele e a atriz francesa Leslie Caron no filme de Minelli em uma extensa e elaborada sequência de dança ao custo total de US$500.000,00!        Aqui em Belém os custos totais ficaram bem abaixo disso com certez…

Duo Breuninger-Frazão

Imagem
Informações do Programa:

ALBRECHT BREUNINGER - violino

    Depois de conquistar o segundo prêmio no concurso para violino Rainha Elizabeth na Bélgica em 1997, Albrecht Breuninger tornou-se assim o primeiro violinista alemão a ficar entre os três melhores neste concurso desde a sua primeira edição em 1953. No mesmo ano recebeu o premio de melhor composição para o seu Quarteto de Cordas n. 1 nos Concertos de Verão de Brandemburgo. Esse prêmios são o ponto alto de uma serie de concursos ganhos pelo violinista, onde se destacam os concursos em Bréscia (Itália 1984), Belgrado (Iugoslávia, 1986), Praga (República Tcheca, 1992), Berlim e Montreal (Canadá, 1995). Breuninger estudou de 1981 até 1988 com Josef Rissin na Escola Superior de Música de Karlsruhe onde se formou com nota máxima. Continuou a se aperfeiçoar com grandes violinistas como Henryk Szeryng, Ruggiero Ricci, Aaron Rosand e Ivry Gitlis. Apresenta-se como solista e camerista em vários festivais como o Festival Internacional de …

Gershwin e Tchaikovsky pela Orquestra Jovem Vale Música

Imagem
No início da noite de 17 de agosto de 2014 a Orquestra Jovem Vale Música apresentou mais um de seus concertos pela série Sons da Amazônia em sua 4ª edição.       Dessas vez dois compositores clássicos de épocas distintas, o estadunidense George Gershwin teve sua Abertura Cubana executada como um prelúdio ao Concerto para Violino do russo Pedro Tchaikovsky. Como não é para menos o concerto de Tchaikovsky foi a grande atração da noite.       Solado pelo brasileiro Cármelo de los Santos, o concerto teve uma grande execução. E boa parte dela devido à destreza técnica do violinista, que se não a tivesse nem poderia chegar perto da partitura; a não ser para admirá-la.       Escrito para um violinista com o qual Tchaikovsky namorou, o concerto ficou tecnicamente tão difícil que o rapaz resolveu não executar a partitura. Ficando cerca de alguns anos na gaveta, o concerto foi tirado dela pelo violinista Adolf Brodsky sob regência de Hans Richter num concerto onde o público ficou dividido: apoiou…

Concerto Caminhos Cruzados

Cecilia Keuffer, brasileira, e Gil Alon, israelense, decidiram unir a paixão pela bossa nova, mpb, e musica judaica, para apresentarem em Belém, o concerto Caminhos Cruzados, a ser realizado na Igreja de Santo Alexandre (Museu de Arte Sacra), no dia 11 de novembro de 2014, as 19:00 horas, com entrada franca. Cecilia é formada pelo Conservatório Carlos Gomes, mas foi durante sua estadia nos EUA, aonde fazia mestrado em Voice Performance, que deu seu primeiro recital de musica judaica, em 2001, e não parou mais. Gil, é ator, cantor e atualmente, o diretor do festival de teatro contemporâneo de Israel, tem um currículo em artes invejável. O titulo Caminhos Cruzados, foi dado pelo pianista, maestro e arranjador Tynoko Costa, que assina a direção musical do recital, que conta ainda com a participação do violonista Neném, do contrabaixista Mario Garcia, e do percussionista Bruno Mendes. Caminhos Cruzados é a celebração de dois mundos, dois países, ligados pela herança étnica de Gil e Ceci…

Concerto Didático com trio de música popular

Na tarde do dia 7 de outubro de 2014 houve a última das apresentações da série Concertos Didáticos promovido pela Fundação Carlos Gomes, sob a coordenação da Profª.  Ana Maria Adade, pianista paraense que desenvolve suas atividades profissionais na dita fundação. Realizado para alunos de escolas públicas da capital paraense, a série visa, entre outras coisas, formar público para a música erudita e de grupos populares levando esses alunos para a maior casa de espetáculo paraense. Dessa vez quem se apresentou foi um trio de músicos populares que executam entre outras coisas alguns choros e outros gêneros de música popular. A apresentação ficou a cargo do Joca, um percussionista formado pelo Conservatório Carlos Gomes. As crianças e adolescentes que foram adoraram e ficaram tristes quando o concerto terminou. Uma grande iniciativa.

Vídeos:













Cronologia de Haendel

CRONOLOGIA DE HAENDEL
1685 – Nasce a 23 de fevereiro, no subúrbio de Giebichenstein,       Halle, no Eleitorado da Saxônia – Alemanha. Filho de Georg Haendel e Dorothea Taust. No dia 24 de fevereiro foi batizado na Liebfrauenkirsche como os nomes Georg Friedrich. 1692 ou 1693 – O pai, a serviço do Duque da Saxônia, leva-o na viaje a Weissenfels. Foi surpreendido improvisando ao órgão na Capela Ducal  e o duque sentenciou que chegara a hora do pequeno Georg ter formação musical sistemática. O pai aprovou a contragosto: queria vê-lo advogado. 1696 – Visita a corte do príncipe Frederico III em Berlim e recebe a oferta de uma bolsa de estudos para a Itália, que foi recusada pelo seu pai. 1697 – Perde o pai. Passa a trabalhar como assistente do organista da Catedral calvinista de Halle, Johann Christoph Leporin. 1702 – Matricula-se na Universidade de Halle para cursar Direito, assim cumprindo a vontade paterna. Lá toma contato com idéias liberais pregadas por ilustres professores de Filosofia e …

AUTO DO CÍRIO 2014

Imagem
Foi-se a época que o Auto do Círio era uma simples reunião de artistas e amadores fazendo um espetáculo de rua em homenagem a Virgem de Nazaré. Há anos com crescente participação de várias pessoas, e agora, com o patrocínio da empresa Vale (antiga Vale do Rio Doce) grandes tablados e um grande palco coberto no final do percurso são a realidade nova do Auto. Melhor para o público que tem melhor visão das apresentações ocorridas nas paradas do percusso chamadas de Estações. Cada Estação tem um espetáculo diferente preparado pelo participantes do Auto. É claro, os textos de cada Estação se referem plenamente ao Círio de Nossa Senhora de Nazaré. A Estação ocorrida este ano em frente ao Instituto Histórico e Geográfico do Pará fez explícita referência a total falta de tato, decência e respeito às tradições paraenses do IBAMA que recomendou que os fogos de artifício que encerram a Quadra Nazarena fossem cancelados, devido a suspeita mortalidade de periquitos que habitam os arredores …