Recital Arley Rayol e Michel Ballavance

     Na noite de 19 de junho de 2013 o duo de flautas formado pelo paraense Arley Rayol e o suíço-canadense Michel Ballavance apresentaram um ótimo recital de flautas transversais com obras de compositores que fogem ao lugar comum dos programas de concerto.
      Arley foi meu colega no curso de flauta doce ministrado por Luis Carlos Tavares, e de longe, era um dos melhores alunos da turma. Seu talento natural para a flauta já se fazia perceber naquela época e de lá para cá sua técnica somente evoluiu. A partir de 1998 estudou fora do Pará e do Brasil e tocou em vários grupos musicais de diversas cidades. 
      As peças tocadas por ele e Michel são obras que requerem dedos ágeis e grande controle diafragmático na execução. Uma leitura precisa, sem descuidar da sensibilidade musical para não deixar escapar a beleza contidas nessas páginas de diversas épocas e estéticas.
   Um dos grandes momentos do recital foi a execução da peça Voice de Takemitsu por Michel. Obra moderníssima, cheia de dissonâncias, gritos e busca da integração entre a voz do flautista e de seu sopro na flauta.
    Adriana Azulay (piano) ajudou a fechar a noite com brilhantismo emprestando seu enorme talento pianístico para a execução de um pout-pourri de músicas brasileiras terminando o recital  em alto astral. Certamente, uma noite pra lá de agradável.  


Wilhlem Friedemann Bach - Dueto para flautas em E menor

Allegro, Larghetto e Vivace

video

Joseph Bodin de Boismortier - 5ª Suíte  para flauta solo em B menor

Prelude - Bourrée en Rondo - Rondo - Fantasie e Gigue

Michel Bellavance


video


Sigfrid Karg-Elert (1877-1933)

Sonata (Appassionata) para flauta solo em F # menor

Arley Rayol

video

Pierre Max Dubois (1930-1995)

Berceuse e Rondo Capriccioso para duas flautas

video

Robert Muczynski (1929-2010)

Duos para flautas:  Andante sostenuto - Allegro risoluto - Moderato - Allegro ma non troppo - Andante molto e allegro


video

Toru Takemtsu (1930-1996) 
Voice, para flauta solo
Michel Belavance

video


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESSA NEGRA FULÔ: ANÁLISE

FORMA E ESTRUTURA NA ÓPERA: CENA III - ESTRUTURAÇÃO DE UMA ÓPERA

Mozart: Bastião e Bastiana em português e com sotaque paraense