Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Orquestra Sinfônica Carlos Gomes e Adriane Queiroz: XXVIII FIMUPA

Imagem
O concerto da Orquestra Sinfônica Carlos Gomes, regida pelos brasileiros Matias Volkman e Ronaldo Sarmanho aconteceu na noite 08 de junho de 2015 durante a programação do XXVIII Festival Internacional de Música do Pará. Uma coisa que já se tornou tradicional nos últimos anos do FIMUPA é Paulo José Campos de Melo, o atual superintendente da Fundação Carlos Gomes, agradecendo ao governo do estado do Pará, em especial ao governador Simão Jatene, por não ter deixado o Festival morrer e muito menos perder sua estrutura e características históricas. Bem, esse discurso já é figurinha repetida e essa choradeira já se tornou repetitiva e, por isso, incômoda. Vira o disco Paulo!.      Quanto ao concerto em si, em algumas peças, foi tocada nesse clima de lamentação devido ao caráter das referidas obras, sobretudo as operísticas. Porem essas, com uma choradeira bem mais agradável que aquela acima citada. Com a presença de Adriane Queiroz, com uma voz mais encorpada e madura,   privilegiou a ó…

XXVIII FIMUPA: CONCERTO DE ABERTURA

Imagem
Como é tradição, o concerto de abertura do Festival Internacional de Música do Pará aconteceu na principal casa de espetáculos paraenses, o Teatro da Paz, claro, localizado na capital paraense.      Na sua 28ª edição o FIMUPA se aproxima de suas três décadas de vida lutando para se manter na ativa e recuperar o viço de outrora, temporariamente perdido de forma perigosa durante o governo petista de Ana Júlia Carepa.      Paulo José Campos de Melo, junto com os funcionários da Fundação Carlos Gomes e dos músicos paraenses e estrangeiros que arregação as mangas e com força de vontade e garra fazem acontecer mais uma edição do nosso maior festival musical em meio a mais uma crise financeira, daquelas que perturbam a saúde do povo há décadas. Não é demais registrar o interesse do atual governador do Pará, Simão Robson Jatene, em garantir parte das verbas que garantem a ressurreição do FIMUPA das cinzas petistas em que ele se encontrava. Mas isso não faz de mim um defensor de tucanos, viu! …

EDUCAÇÃO MUSICAL NO MARAJÓ

Imagem
Na semana de 8 a 12 de junho de 2015, a professora Glória Caputo, incansável na cruzada pela educação musical no Pará, foi à Ilha do Marajó levar alguns instrumentos musicais novos em folha, e fabricados no estado por luthiers locais, para a escola de música da  Associação Musical de Santa Cruz do Arari na Ilha do Marajó. O projeto existe já há 4 anos e é uma criação da Fundação Amazônica de Música em parceria com a prefeitura da referida cidade marajoara.       A estrutura é a seguinte: a FAM é responsável pelos salários dos professores, instrumentos e apoio técnico, enquanto a prefeitura de Santa Cruz do Arari fica responsável pela logística, pois a localização da escola é no centro da ilha. Acompanhou a professora Glória o professor responsável por ministrar as oficinas de cavaquinho, banjo, e bandolim. Mais um grande esforço de todos os envolvidos pela difusão da aprendizagem musical no estado do Pará. Parabéns. 






Sons da Amazônia IV chega ao fim

Imagem
E o que é bom dura pouco ou não dura para sempre. Isto aconteceu com o Projeto Sons da Amazônia IV realizado pela Musikart Produções sob patrocínio da Vale através da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura Brasileiro que teve seu último concerto realizado no início da noite de 31 de maio de 2015 e deixará saudades nos amantes da boa e velha música erudita. E deixará tristeza, pois segundo me informou Glória Caputo, a Vale não tem mais interesse em patrocinar uma continuação desta série de concertos e recitais que trouxe a Belém músicos de renome internacional e diversos vencedores de concursos de música internacionais, ou seja, músicos de alto gabarito que não viriam à capital paraense a não ser por um bom motivo financeiro.      Vamos fazer uma corrente mental e pedir aos deuses das artes para que poderosos de dinheiro e boa vontade percebam a necessidade da continuidade de um projeto como o Sons da Amazônia e de suas benesses para o incentivo à cultura na capital parae…