Postagens

Mostrando postagens de Março, 2016

Projeto Sons da Amazônia V: 1º CONCERTO COM TCHAIKOVSKY E BEETHOVEN

Imagem
A Fundação amazônica de música depois de vários meses de hiato conseguiu uma parte do financiamento necessário para dar continuidade a um de seus mais importantes projetos de concertos de música erudita com entrada franqueada ao público.
O Sons da Amazônia chega a sua quinta fase projetando 12 apresentações, sendo 11 na capital paraense e uma na capital fluminense, novamente com o patrocínio da empresa Vale sob os auspícios da Lei Rouanet do governo federal brasileiro.         O primeiro concerto desta fase deu-se no início da noite de 6 de março de 2016 tendo no repertório obras de Tchaikovsky e de Beethoven. Uma obra de lirismo inebriante A Serenata para Cordas do compositor russo abriu o programa.
            Impressionante como a audição ao vivo de uma obra orquestral nos dá uma outra percepção da sua sonoridade. Com os instrumentos graves perto de nós deu para ouvir perfeitamente as partes dos celli e contrabaixos. Assim foi fácil perceber que eles não são meros acompanhantes, m…

OSTP HOMENAGEIA MULHERES COMPOSITORAS

Imagem
Na noite de 17 de março de 2016 a Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz deu mais um concerto de sua temporada deste ano com um concerto todo dedicado às mulheres no mês delas. A orquestra foi regida por Cibelle Jemima Donza, atual regente assistente da OSTP cujo regente titular é Miguel Campos Neto. Foi um concerto agradável e que saiu do lugar comum das orquestras sinfônicas, viciadas em nos apresentar obras do repertório tradicional e, sobretudo, do Oitocentos cujas obras já estão pra lá de batidas. Mesmo que a música não seja de gênio, são obras que só pelo fato serem de compositoras que não são frequentemente tocadas e uma que é nossa contemporânea dão um toque especial ao evento.
     Das compositoras apresentadas somente Cécile Chaminade tem seu lugar no repertório variável, ou seja, aquele que é usado quando os Beethoven, Tchaikovsky, Mendelssohn e outros são deixados de lado para ser executada alguma obra de um compositor cujas obras não figuram no repertório dos regentes…