Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

A RAINHA LOUCA; ópera portuguesa estreia no Pará

Imagem
Montar óperas nunca foi coisa fácil. E numa terra sem profissionalização da área e que os cantores líricos são mal formados e dependem das benesses da politicagem da Secretaria Estadual de Cultura e da Fundação Carlos Gomes, órgão estadual responsável pela política musical no estado do Pará, esta dificuldade é potencializada a mil. Portanto, receber a montagem de uma ópera composta a poucos anos na Europa na capital do estado é quase um milagre.
Mas milagres acontecem e o bom é que nós pudemos presenciá-lo. Eu não sei quais foram as forças que trouxeram, tanto o compositor quanto a ópera, à Belém do Grão-Pará. O fato é que ela foi apresentada dentro do XXIX Festival Internacional de Música do Pará em três noites: uma de ensaio aberto e duas de récitas, no Museu de Arte Sacra, antiga Igreja de Santo Alexandre. Um antigo colégio jesuíta do período barroco da capital paraense.
A obra de Alexandre Delgado é uma ópera para soprano sem nenhuma intervenção de qualquer voz masculina: só há m…