Postagens

Mostrando postagens de 2017

Coro Carlos Gomes: FIMUPA 2017

Imagem
Eu não sei se é por escolha do próprio coro ou se é por decisão da administração do Festival Internacional de Música do Pará, mas o fato de o Coro Carlos Gomes só se apresentar no Teatro Experimental Waldemar Henrique sempre me pareceu um fato estranho. Para um grupo musical do calibre do Coro Carlos Gomes e da qualidade musical de Maria Antonia Jiménez o espaço pode até ser apropriado no tocante a acústica, porém é secundário na programação do FIMUPA, e por isso, está abaixo do nível do coro. O Teatro da Paz é o local natural para o Carlos Gomes, mas sempre ele está posicionado no Waldemar Henrique.          Independentemente da posição no programa e de lugares secundários, o Coro Carlos Gomes, novamente apresentou sua tradicional qualidade vocal e um repertório muito agradável. É claro que o ambiente camerístico do Teatro Waldemar Henrique ajuda, e muito, a projeção sonora e seu ambiente "mais aconchegante" da um toque especial às apresentações. Devido ao horário e…

OJVM no projeto Vale Música Belém

Imagem
Mais uma vez a Orquestra Jovem Vale Música cumpriu suas obrigações musicais em mais um projeto realizado pela Fundação de Música da Amazônia, desta vez  o Vale Música Belém, sempre com Miguel Campos Neto na regência. Afinal, Miguelito é praticamente o único regente orquestral do Pará e tirando um ou outro convidado da Fundação, e aqueles que vêm para o FIMUPA, é ele o único capitão dos navios musicais da capital paraense, isto é, além da OJVM, a Orquestra Sinfônica Altino Pimenta da UFPA, a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, além de ser regente convidado principal da Orquestra Sinfônica Wilson Fonseca de Santarém; o que deixa bastante claro que o Pará precisa de mais regentes orquestrais de formação para dar conta do avanço das orquestras sinfônicas no estado. Não querendo, é claro, que Miguel perca seus empregos, mas é evidente para uma terra que se quer sinfônica a necessidade premente de formar mais regentes orquestrais para darem conta deste crescimento evidente. Mas não…

XXX FIMUPA: programas dos concertos

Imagem
Nesta postagem coloco à disposição as imagens que coletei dos programas realizados no 30º Festival Internacional de Música do Pará ocorrido em Belém na semana de 4 a 11 de junho de 2017 em vários espaços culturais da cidade. Sempre realizado pela Fundação Carlos Gomes  e o Governo do Pará com patrocínio este ano do Banpará, Banco da Amazônia e BNDES, além do contar com a vontade política dos governadores e dos seus secretário de cultura que a três décadas não deixam o FIMUPA sair do calendário oficial do estado, embora durante o governo petista de Ana Júlia Carepa ele tenha sido tão desfigurado e diminuído pela ideologia petista que a sua extinção foi vislumbrada por todos nós. Este ano as equipes da Fundação Carlos Gomes e do Conservatório Carlos Gomes, unidos a diversos músicos estrangeiros e brasileiros deram-nos um festival de alta qualidade técnica e de repertório de alta qualidade. A programação de música popular voltou com força e trouxe grandes nomes da cena alternativa da MPB…

Banda Sinfônica da FCG abre 30º FIMUPA

Imagem
DRAGÕES E VIDEOGAME

    No final da manhã de domingo 04 de junho de 2017 o Festival Internacional de Música do Pará tornou-se um jovem balzaquiano ao atingir sua trigésima edição com ar tradicional de evento importantíssimo no calendário cultural paraense, mas que ainda sobre da crônica centralização da cultura, própria das cabeças daqueles que trabalham na Fundação Carlos Gomes. Que, certamente, acham que é o povo que deve ir à cultura e não o contrário. Mas mesmo centralizado e com muito belenense nem sabendo que ele sequer existe o FIMUPA é um momento de glória na história das realizações artístico-culturais no Pará.      Este ano, repetindo outros tantos, a Banda Sinfônica da Fundação Carlos Gomes deu o ponta pé inicial logo pela manhã, enquanto a noite houve o concerto sinfônico com a Orquestra Sinfônica Carlos Gomes, este sim o momento da abertura oficial do festival.      A Banda Sinfônica da FCG este ano trouxe um repertório que, certamente, faria a festa de gamers se lá ele…

OJVM toca a Sinfonia Primavera de Schumann

Imagem

Estreia o 7º Festival de Música de Câmera do Pará - Diário do Pará

Diário do Pará segunda-feira, 23 de maio de 1994 Caderno O, 1 c..---- Iniciou ontem o 7º Festival Internacional de Música de Câmera do Pará, uma promoção do Governo do Estado e Fundação Carlos Gomes. Os norte-americanos David Rayl, Daniel Schene e a romena Eva Szekely falam de suas impressões sobre o festival e sobre Belém Festival paraense celebra a música. Hamilton Braga Da Editaria de Cultura
Com mudanças de última hora, estreou ontem, domingo, às 21:00h, no Teatro da Paz, o 7º Festival Internacional de Música de Câmera do Pará, com a Orquestra de Câmera do Pará, com Antônio del Claro como solista. A novidade não é novidade, isto é, no encerramento, dia 29, não haveria orquestra do festival. Mas decidiu-se manter a estrutura como nos outros anos, formando-se uma sinfônica integrada pelos participantes do evento. A diferença é de que haverá também o coro, regido pelo americano Davíd Rayl. David deveria. ter vindo a Belém há seis meses, pelo projeto Pará-Mlssoury, mas foi possível soment…

Música de Câmera ganha espaço no Teatro da Paz

A PRovíNCIA DO PARÁ Belém dom 22 de maio de 1994 1 cad. 1
Música de Câmera ganha espaço no Teatro da Paz
Às 21:00 horas de hoje, será aberto o VII Festival Internacional de Música de Câmera promovido pela Fundação Carlos Gomes, reunindo 41 músicos. Além de uma ótima opção de música de primeira qualidade ao público belenense e de outros centros nacionais e internacionais - a previsão é de 16 mil espectadores nos 15 recitais do Festival =, o Festicam funciona como o passaporte para colocar Belém no circuito mundial de música erudita. O Festival será aberto pela Orquestra de Câmera do Pará executando o Concerto em Fá Maior de Vivaldi, no palco do Teatro da Paz. Página 12.