Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2017

Coro Carlos Gomes: FIMUPA 2017

Imagem
Eu não sei se é por escolha do próprio coro ou se é por decisão da administração do Festival Internacional de Música do Pará, mas o fato de o Coro Carlos Gomes só se apresentar no Teatro Experimental Waldemar Henrique sempre me pareceu um fato estranho. Para um grupo musical do calibre do Coro Carlos Gomes e da qualidade musical de Maria Antonia Jiménez o espaço pode até ser apropriado no tocante a acústica, porém é secundário na programação do FIMUPA, e por isso, está abaixo do nível do coro. O Teatro da Paz é o local natural para o Carlos Gomes, mas sempre ele está posicionado no Waldemar Henrique.          Independentemente da posição no programa e de lugares secundários, o Coro Carlos Gomes, novamente apresentou sua tradicional qualidade vocal e um repertório muito agradável. É claro que o ambiente camerístico do Teatro Waldemar Henrique ajuda, e muito, a projeção sonora e seu ambiente "mais aconchegante" da um toque especial às apresentações. Devido ao horário e…

OJVM no projeto Vale Música Belém

Imagem
Mais uma vez a Orquestra Jovem Vale Música cumpriu suas obrigações musicais em mais um projeto realizado pela Fundação de Música da Amazônia, desta vez  o Vale Música Belém, sempre com Miguel Campos Neto na regência. Afinal, Miguelito é praticamente o único regente orquestral do Pará e tirando um ou outro convidado da Fundação, e aqueles que vêm para o FIMUPA, é ele o único capitão dos navios musicais da capital paraense, isto é, além da OJVM, a Orquestra Sinfônica Altino Pimenta da UFPA, a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, além de ser regente convidado principal da Orquestra Sinfônica Wilson Fonseca de Santarém; o que deixa bastante claro que o Pará precisa de mais regentes orquestrais de formação para dar conta do avanço das orquestras sinfônicas no estado. Não querendo, é claro, que Miguel perca seus empregos, mas é evidente para uma terra que se quer sinfônica a necessidade premente de formar mais regentes orquestrais para darem conta deste crescimento evidente. Mas não…